23 janeiro 2017

Tão simples como o AMOR


O AMOR! Sentei-me na minha secretária nova (um AMOR recente confesso). Branca e cheia de luz, com tudo aquilo que me embebeda a inspiração e me faz tão feliz: delicadas estrelas douradas, a simplicidade das flores do campo, a robustez das madeiras, os meus sonhos meticulosamente guardados num frasco de vidro, carregados de purpurinas douradas e uns salpicos de corações cor de rosa, há riscas também, amo riscas e há palhinhas e toppers de bolos (mais uma vez, estrelas, corações e dourados).. há muito dourado por estas bandas... com uma generosa dose de chá, música ambiente, os últimos raios do dia antes do rei se pôr e, encorajada pelo tema, decidi que era hoje que escreveria sobre o AMOR. Não me saiu uma palavra. Uma frase. Não houve uma construção coerente que me mantivesse num estado de paixão acessa o suficiente para prosseguir. Desligo o computador, tento amanhã. 

08 julho 2016

PARA A FUTEBOLADA QUE SE APROXIMA...


Há um capítulo no COMIDA DE VERÃO, com as minhas sugestões de casamentos de receitas, que nada mais é do que menus com 5-6 pratos que combinam entre si. Cada um deles, tem uma breve descrição, que por uma questão de espaço, teve de ser resumida a um tímido parágrafo. Um dos menus dá-se pelo airoso nome HOMEM QUE É HOMEM SABE COZINHAR e quando o escrevi, imaginei um bando de homens numa tarde de futebol, a vibrar como crianças num armazém de insufláveis. Ora, nada mais apropriado ao momento de euforia que se vive. Os tremoços e a cerveja, os acepipes salgados e carregados de penaltis de gordura, vão dar lugar, já na primeira parte, a uns petiscos mais ousados e cheios de pinta. Que venham os amigos e os golos, nós vamos pondo a mesa para receber a nossa seleção.

ICE CREAM PARTY!


Os 7 anos mais doces de sempre. Os 7 são um número especial, mágico até. Já lhe dá uma espécie de ego acima da sua real capacidade, leia-se discernimento, de achar que é maior, do que aquilo que é. Já gosta de gerir a rotina das férias, pondo um grande ponto de exclamação ao "não faço trabalhos", "estou cansado", "não me apetece", "faço amanhã". E esse amanhã que nunca chega, vai se pintando de outras cores e outros afazeres bem mais festivos. Quem não gosta de somar mais um ponto de idade a uma autonomia ainda tímida mas em processo galopante de crescimento? Este ano tivemos gelados para lambuzar os 7.

22 março 2016

BOA PÁSCOA!


Uma Páscoa que se antecipa no calendário. Uma Primavera que chegou aos soluços como quem pisa desconfiada um pavimento irregular, num pára arranca, entre silêncios desconfortáveis e mente focada numa qualquer praia pantone nº 337. Vamos dar tempo ao tempo. As maiores conquistas precisam de tempo, planeamento e um bocadinho do sabor árido do deserto. Grandes tempestades só cabem em corações corajosos. Acredito na audácia, mas adiante. Começamos um novo ciclo e todos os (re)começos têm algo de mágico. Um sabor doce e muita cor, para nos vestirmos a rigor. Acreditar que somos capazes, mesmo que aquele tempo, leve km de tempo e a estrada, em terra batida, desgastada pelo tempo e tempestades de areia, seja a melhor confidente. 

27 janeiro 2016

LOVE BLOOMS


O que dizer sobre o amor? A definição do mais desconcertante sentimento humano, é uma variável que nem sempre controlamos. Nem sempre obedece a regras e definições, ultrapassa qualquer raciocínio à velocidade da luz, derrete um iceberg em segundos e deixa-nos com uma fragilidade tão... tão inquietante, quanto comovente. Nesta love story, quis trazer a frescura do primeiro amor. A vibração de um primeiro encontro, onde tudo é permitido. Gargalhadas sonoras, piadas que fazem corar, borboletas a dançar, a possibilidade de um novo começo, o borbulhar da oxitocina e a excitação de ouvir (e sentir) a palavra AMOR... algures num dia de sol.

20 janeiro 2016

NEON GIRLY PARTY


Vamos lá falar desta festa. Não me canso de olhar para estas cores vibrantes, um mix de energia néon com uns doces tons pastel. Uma arrojada combinação, cores suaves e ácidas, elementos delicados como as flores a contrastar com diferentes texturas. Papel seda, craft, cartolina, alguns brilhos, riscas, bolas, pompons de tecido... um mix & match que não podia ter resultado melhor.

06 janeiro 2016

DIA DE REIS ... E UMA GALETTE


Dia de Reis. Após uma longa caminhada, encerramos mais um ciclo de festividades. Para trás fica o cheiro a canela, as caixas de ovos a desaparecer do frigorífico, os sonhos em excesso e os demais excessos tão típicos e tão familiares. De uma mesa farta, passamos agora a uma mesa cheia de "detoxs", sopas, saladas e escassos doces. É por isso que a versão one bite size funciona na perfeição. Cada um terá direito à sua parte sem mergulhar num todo cheio de partes, em que as partes são diabolicamente atraentes para two ou quiçá three bites sizes. Uma perdição controlada, já com ar de guerra declarada aos four kilos de Natal. Dam it!

15 novembro 2015

BOLO DE BATATA DOCE

As lojas convidam-nos a entrar. A sentir o ambiente natalício pintado a vermelho e branco, metalizados mais arrojados, os alternativos azuis noite e rosa cintilante, ou num tom mais rústico, mais quente, mais natural, cheio de magia, as madeiras cheias de neve, um bosque encantado povoado com os animais mais amorosos da estratosfera, as bolotas e as estrelas, as pinhas e as coroas salpicadas de leves prateados, renas e trenós, as mantas brancas felpudas, um verdadeiro sonho... seja qual for a decoração que irão escolher para este ano, encham esses corações de luz, fé e magia.

03 novembro 2015

Cheesecake de Abóbora


Isto o melhor da festa são mesmo as sobras que habitam no frigorífico à espera do mais guloso ataque de gula. Ficam a apurar, maquiavelicamente no ponto em que alguém não resiste e cai de boca a uma dentada feroz. No silêncio de uma lua cheia, seria perfeito, até mesmo romântico, não fossem os meus filhos estarem ambos doentes e o mais novo ter inundado a minha cama de uma virose monstra que nos acorda de hora a hora. E raios... não é para comer cheesecake na calada da noite! É para procurar em modo zoombie o frasco de brufen mais próximo (e o irritante doseador que nunca está dentro da embalagem), ligar o aerossol à tomada, injetar-lhe o soro e esperar pelo grito de silêncio... até que a tosse acabe e eu, consiga com proeza e destreza, dormir 2 minutos de uma profundidade tal... que me pareceu ter ido lamber ali a ganache do último da fila.

02 novembro 2015

GLAM HALLOWEEN


Noite de Halloween! Preto, branco e dourado. Nada mais glam, nada mais giro. Detesto roxos e cores familiares, detesto bruxas com e sem vassoura, zombies, múmias e criaturas petrificadas pelo medo que este dia possa suscitar. Gosto de apontamentos requintados, que assinalem a data e marquem a memória de quem por ela passa. Adorei criar cada detalhe desta festa, tanto na parte doce como na salgada. Os morfes obedeceram a semanas de escolhas, indecisões e alterações. Muita tinta rolou debaixo da luva e alguns cacos com ordem para reciclar, tornaram-se aliados com vida própria. Vamos lá saber como tudo aconteceu...