27 janeiro 2016

LOVE BLOOMS


O que dizer sobre o amor? A definição do mais desconcertante sentimento humano, é uma variável que nem sempre controlamos. Nem sempre obedece a regras e definições, ultrapassa qualquer raciocínio à velocidade da luz, derrete um iceberg em segundos e deixa-nos com uma fragilidade tão... tão inquietante, quanto comovente. Nesta love story, quis trazer a frescura do primeiro amor. A vibração de um primeiro encontro, onde tudo é permitido. Gargalhadas sonoras, piadas que fazem corar, borboletas a dançar, a possibilidade de um novo começo, o borbulhar da oxitocina e a excitação de ouvir (e sentir) a palavra AMOR... algures num dia de sol.

Planeei uma sessão ao ar livre. No meio dos verdes natureza, dos abraços energéticos das árvores e da mãe que controla todas estas coisas fantásticas. Idealizei este primeiro affair cheio de luz do dia, numa mesa redonda e uma toalha dourada a cair sobre a mesma. Bem, mas o amor de mãe falou mais alto estes dias e tenho as crias todas no ninho, a chocar uma valente gripe. De um lado uma otite, do outro febre e muita tosse. A mãe, ora dorme com um, ora dorme com outro... nas horas vagas sonha, cria e produz. Entre colheradas de antibiótico, mimo, termómetro dentro do bolso, lenços e gotas nasais na ponta dos dedos, idas ao médico, ao supermercado em velocidade sos (pareço um homem solteiro às compras, aka "caixas de pizas congeladas, pão e iogurtes"). 

Posto isto em forma de amor ao que faço, reformulei tudo o que tinha concebido para outdoor, numa versão pocket indoor. E confesso... gosto tanto mas tanto desta versão intimista, sedutora, fresca, romântica, arrojada, doce, apaixonante... que fiquei apaixonada. Por tudo. Pelas cores, pelos detalhes, pelo conjunto e por conseguir mostrar um outro lado do amor, que não seja vermelho e rosa, chato e aborrecido. Deixem os chocolates para o Natal ou para um dia à vossa escolha nos 366 do vosso livro. Deixem as rosas vermelhas para celebrar uma conquista pessoal. Celebrem o amor com cor! Com euforia! Com sangue na guelra! Com muito amarelo alegria, rosa paixão, verde esperança e dourado sabedoria. Falta aqui uma cor para a loucura... pode ser aquele azul turquesa ali.

É tão fácil fazer alguém feliz. Façam um bolo da vossa preferência e dêem-lhe algo de mágico. Umas bolachas com o verbo amar, nada mais puro e genuíno do que um LOVE sincero. Feito com o coração tudo tem outro encanto. Vistam-se com o vosso melhor sorriso... e comprem umas flores alegres, para compor o ramalhete. Amem muito, desfrutem e nunca deixem estes miminhos morrer num dia de tempestade, porque o sol acabará sempre por brilhar.


Catering & Styling - Ritas Messy Kitchen