22 março 2016

BOA PÁSCOA!


Uma Páscoa que se antecipa no calendário. Uma Primavera que chegou aos soluços como quem pisa desconfiada um pavimento irregular, num pára arranca, entre silêncios desconfortáveis e mente focada numa qualquer praia pantone nº 337. Vamos dar tempo ao tempo. As maiores conquistas precisam de tempo, planeamento e um bocadinho do sabor árido do deserto. Grandes tempestades só cabem em corações corajosos. Acredito na audácia, mas adiante. Começamos um novo ciclo e todos os (re)começos têm algo de mágico. Um sabor doce e muita cor, para nos vestirmos a rigor. Acreditar que somos capazes, mesmo que aquele tempo, leve km de tempo e a estrada, em terra batida, desgastada pelo tempo e tempestades de areia, seja a melhor confidente.